domingo, 13 de fevereiro de 2011

Valorizando a Arte!

Erbo Stenzel

Texto: Nathalia Cavalcante
Colaboração: Cinevídeo 1

O artista plástico e escultor Erbo Stenzel nasceu em Curitiba no dia 17 de dezembro de 1911. Descendente de alemães e austríacos, quando criança estudou na Deutsche Shüle (Escola Alemã), que se situava onde hoje está a Praça 19 de Dezembro, em Curitiba. No ateliê do escultor João Turin, nos anos 30, aprendeu a modelar a argila e o gesso. Algumas de suas obras foram expostas no 3º Salão Paranaense de Arte, entre elas o busto de seu mestre, João Turin. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Em 1949, a pedido do então governador Moysés Wille Lupion de Tróia, tornou-se professor na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, lecionando Anatomia e Fisiologia Artística.
Entre as diversas obras de Erbo Stenzel, a escultura Água Pro Morro, de 1944, retrata o fator social, representada por uma mulher negra, com uma lata d’água na cabeça. O monumento encontra-se na Praça Generoso Marques, nos fundos do prédio denominado Paço da Liberdade. A fonte Maria Lata d’água foi instalada pela prefeitura e inaugurada em 1996, é uma reprodução da escultura Água Pro Morro do artista paranaense. O monumento do Centenário de Emancipação Política do Paraná, localizado na Praça 19 de dezembro, realizado em 1953, também é obra de Erbo Stenzel.
O artista foi um renomado jogador de xadrez, venceu inúmeros prêmios. Por isso, hoje, a Galeria Júlio Moreira possui o Clube de Xadrez Erbo Stenzel , em homenagem ao artista. Stenzel faleceu em 1980. Além de falar e escrever alemão, o artista estudava grego, árabe, inglês, espanhol e esperanto. Stenzel foi responsável por inúmeros monumentos e bustos de personalidades políticas e locais do Paraná. Quando passar por uma praça, preste atenção na obra e em seu autor.

Um comentário: